30.3.09

Stockhausen sintetizam a sua radicalidade
Folha de S. Paulo - 28/03/2009 -
Por I. F. Perpetuo

Radicalidade, vanguarda, provocação: esses itens, em alta nos anos 60, ajudam a explicar o sucesso do compositor alemão Karlheinz Stockhausen (1928-2007), cuja reputação transcendeu o círculo restrito da criação erudita contemporânea. Embora sua obra jamais fizesse concessões ao popular e acessível, Stockausen foi parar na capa de "Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band", dos Beatles, e figuras como Miles Davis, Frank Zappa e Björk se disseram influenciadas por ele. Stockhausen - Sobre a música (Madras, 238 pp., R$ 34,90 - Trad.: Saulo Alencastre), de Robin Maconie, traz uma série de palestras feitas pelo compositor em Londres, em 1971, e uma entrevista dada a Robin Maconie dez anos mais tarde. O volume é enriquecido com prefácio de Flo Menezes, resumo biográfico, catálogo de obras e minuciosa discografia, que fazem dele preciosa obra de referência.