26.10.09

As trilhas de Euclides revisitadas
O Estado de S. Paulo - 25/10/2009 - Por Antonio Gonçalves Filho

Decidido a registrar as transformações do cenário onde se deu a tragédia de Canudos, contada por Euclides da Cunha no clássico Os Sertões (1902), cujo ponto de partida está numa série de reportagens escrita para o Estado, o fotógrafo catarinense Alcântara Araquém, autor do livro de fotografias sobre natureza best-seller no País, Terra Brasil (DBA/Melhoramentos, 1997), peregrinou por oito Estados brasileiros em busca dos vestígios de um mundo perdido no tempo. Ficou impressionado com o que viu, quase tanto como Euclides, que identificou a origem da tragédia sertaneja na questão da terra - da violência do latifúndio ao forçado êxodo a que estão condenados muitos milhares de brasileiros, isolados pela seca, pela ignorância e pela indiferença da civilização urbana, orgulhosa de seu progresso e esquecida de que as cidades do passado sucumbiram justamente por causa dele, não suportando a carga ambiental. Ainda assim, em alguns pontos isolados, a beleza arcaica de um mundo anterior a essa queda pode ser vista, como atestam outras 90 imagens do fotógrafo para o livro de fotografias Sertão sem fim, patrocinado pela Qualicorp e que será lançado em dezembro com apoio do Estado.