19.10.09

Grass

Criticar China é cinismo, diz Grass
Folha de São Paulo - 17/10/2009 - Por M.Strecker

O veterano autor alemão Günter Grass aproveitou as críticas à participação chinesa na 61ª Feira do Livro de Frankfurt para provocar controvérsia e criticar o seu próprio país. Em debate realizado na sexta-feira para comemorar os 50 anos de lançamento de O tambor, o Prêmio Nobel disse que "é cinismo criticar a corrupção na China". O país foi o convidado de honra do maior evento editorial do mundo, que aconteceu até o domingo, e os organizadores da feira foram criticados por homenagear um país em que a censura existe e os opositores são perseguidos. Grass é conhecido pelas suas posições de esquerda, por lidar com o peso do passado nazista e por apontar o dedo para as feridas sociais na Alemanha contemporânea.