28.9.09

Euclides da Cunha, com rigor e leveza
O Estado de S. Paulo - 27/09/2009
por Francisco Foot Hardman
A impressão forte que fica da leitura deste Euclidiana (Companhia das Letras, 312 pp., R$ 52) é a de um largo memorial que sedimenta a trajetória da pesquisadora Walnice Nogueira Galvão nas trilhas no mais das vezes imprevistas dos estudos que foi acumulando em torno do criador de Os sertões. São 16 artigos distribuídos entre quatro seções temáticas e uma apresentação, abarcando um longo intervalo de 25 anos, desde seu ensaio seminal sobre a formação intelectual de Euclides da Cunha em seus anos de Escola Militar, saído numa antologia coordenada por Florestan Fernandes, em 1984 - ao contrário do que se poderia supor, a grade curricular da instituição era bem abrangente, generalista, e abrigava as humanidades com destaque, para além das ciências e engenharia -, até seu recente Euclidianos e conselheiristas: Um quarteto de notáveis, saído ainda agora em número especial da Revista Brasileira, da Academia Brasileira de Letras, em homenagem ao centenário da morte do escritor.